Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2008

AMEI:

Ontem lavei minha alma!
Ontem à noite, fui ao TomJazz assistir um trio instrumental que reúne três músicos que conheço muito bem, e a-do-ro:
Nelson Ayres, Toninho Ferragutti e Ulisses Rocha.
Foi um deleite. Eles, literalmente, falam por música. Sabem o tanto que dura uma fermata, e não têm medo do silêncio.
O Nelsinho é um músico e compositor excepcional, arranjador das harmonias mais emocionantes, e um grande maestro, com quem tive o prazer de cantar, à frente da Jazz Sinfônica de São Paulo.
O Toninho é um sanfoneiro que explora o timbre e as possibilidades rítmicas do instrumento, tanto compondo quanto tocando, sem medo de ser feliz. Ele passeia por gêneros, épocas e formatos, com talento, criatividade e elegância ímpares. É o nosso sanfoneiro moderno, além de ser uma das criaturas mais doces que conheci na vida.
O Ulisses e o violão são praticamente um corpo só. A desenvoltura e a paixão que nos apresenta, é um brinde para a alma. Que som que tira do violão esse menino! E, suas composiçõ…

Socorro, eu não estou sentindo nada!!!

Esta é a pergunta: O que é que precisa acontecer,de qual tamanho e proporção, para sacudir a inércia e a covardia, finalmente sacudir a impunidade, e disciplinar a inconsequência???
Será que ninguém está sentindo nada????? Socorro!!! Tem alguém aí??

Um sonoro BAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!, é tudo e provavelmente só, o que eu gostaria de emitir.
Daquele tipo que mistura volume com profundidade, sabe qual?
Esse enjôo, essa ânsia de me desgrudar do visgo lançado pelo cinismo ideológico, que tomou conta dos valores, na maior parte da humanidade......
Focalizo: nada de generalizações - cansei de mim mesma generalizando...caindo no engodo de me achar a dona da verdade.
Estive me dando conta, de que estamos vivendo "a era dos argumentos."
Repare nisso: argumentos, são a única coisa que conta.
Moral, ética, honestidade, retidão, solidariedade....tudo isso é nada, quando diante de um único e bom argumento.
E olha que ele não precisa sequer ser…

Convidei Toninho Ferragutti e faremos um som brasileiro, com homenagem aos Gonzagas, pai e filho!

Olá amigos!

Para vocês que me acompanham, não é novidade que Gonzaguinha era um amigo querido.
Pois é, dia 29 de abril completará 17 anos que estamos sem ele por aqui.....e sem o Gonzagão também, que se foi meses antes do filho.
Desde 1991, quando ocorreu o acidente, fiquei com uma espécie de medo deste dia - o 29 de abril.
Percebi que muitas coisas definitivas na minha vida, haviam acontecido neste dia.... cirurgias a que fui submetida, um aborto natural, a morte do Gonzaguinha, ....tanto assim que quando me dei conta que a decisão de me separar do meu último casamento havia sido tomada num 29 de abril, li como um sinal de que, seria esmo irreversível. E assim foi.
Pois bem, 29 de abril deste ano, será numa terça feira, e leio como um sinal, de que a música vai acontecer definitivamente!
Convidei Toninho Ferragutti, nosso maravilhoso sanfoneiro moderno, figura das mais doces que conheço, para vir tocar com a gente,e é claro, estou escolhendo um repertório de dar água na boca, na medida…

ESTREIA CANTOS E CONTOS

Dia 11 de março estreia Cantos e Contos, com a presença luxuosa da queridíssima ALCIONE!

Ela foi a primeira artista que conheci, no antigo estúdio da Polygram - eu visitava e ela gravava. Nunca vou esquecer o sorriso e o olhar com que ela me cumprimentou.
Fez com que eu me sentisse ancorando num lugar seguro.
Sua voz sempre me fez respirar mais fundo, pois é linda.
Foi através dela que comecei a ouvir samba de uma maneira especial. Paulistana que sou, confesso que o ritmo do samba sempre teve tratamento tão tão exuberante, que para minha audição, ele cobria melodia, harmonia, e eu nunca conseguia entender a letra.
Alcione abriu as portas deste universo para mim, e meu mundo ficou mais amplo e mais rico. Chico da Silva, Paulo César Pinheiro, Martinho da Vila, ganharam outra dimensão através da voz dela. Voz aliás, que arrasa quando canta um samba canção, quando canta em inglês ou em italiano. Foi dela a dica da música "Grande, grande grande" que gravei no CD Passione, ela conhece…

Errata no Cantos e Contos

Segue aqui uma informação importante sobre a temporada Cantos e Contos: a data da estréia será 11 de março de 2008, com a presença especial de ALCIONE!

A conta é básica: de 04 de março à 27 de maio haveriam 13 terças, e não 12, conforme anunciamos.
Contas acertadas, datas também!
Dia 11 de março estrearemos com a luxuosa participação da queridíssima Alcione.

Pensódromo

Observando alguns discursos sobre o currículum de algumas pessoas, fiquei pensando se o que foi realizado, realmente soma no aprendizado interno.Em algumas pessoas, parece que não...parece que nenhuma experiência as transforma... Isso me mostra que realizar é uma coisa, mas integrar as realizações em nossas vidas e torná-las parte de nosso crescimento pessoal é outra.
Construímos estruturas, e organizamos nossas vidas para que caibam num tamanho "x", sem considerar que é só uma questão de tempo, até que a vida transborde, e a estrutura fique em ruínas caso sua rigidez exclua qualquer possibilidade de reforma e expansão.
Acredito que essa estrutura só tem chance de servir, se conseguir transcender a rigidez, e funcionar como “abordagem.”
É nossa, e sempre só nossa, a escolha sobre a forma com a qual o que criamos, irá nos recriar.

Quer conhecer um lugar muito especial?

Dica: Dê um passeio maravilhoso navegando neste blog:

Uma sábia e hilária piada no fim da noite

Acabei de receber, adorei, e posto para vocês.
O rabino, o padre e o pastor
Um padre, um pastor e um rabino estão passeando no campo num dia
excepcionalmente quente. Eles vêem um lago e não resistem à tentação
de dar uma nadada.
Como não trouxeram roupa de banho, e não há ninguém por perto, eles se
banham pelados mesmo. Depois, eles saem da água para se secar ao sol.
De repente aparece um grupo de senhoras.
Sem tempo para correr e pegar as roupas, o pastor e o padre cobrem
suas partes pudendas com um chapéu, enquanto que o rabino cobre a
cara.
Depois que o grupo de mulheres se foi o padre pergunta ao rabino:
- Por que você cobriu o rosto em vez dos genitais?
O rabino responde:
- Eu não sei quanto a vocês, mas na sinagoga as pessoas me reconhecem
é pelo meu rosto.