Pular para o conteúdo principal

Prá Esclarescer

Queridos,

Faltou dizer, na postagem sobre minha trajetória ao vegetarianismo, que este caminho não pode nem deve ser escolhido enquanto todas as partes de nós não concordarem ao mesmo tempo. Não dá para subestimar a força da cultura à qual pertencemos.

Também não é de um momento para o outro que estamos preparados para nos impor e nos mantermos numa mudança tão radical. Ela precisa vir aos poucos, e ir se mostrando às nossas partes mais inconscientes, e nesse processo, é provável que nossa consciência participe muito pouco ou quase nada....

Ou seja, se não estiver preparado ainda para esta escolha, não se sinta um troglodita.
Usei este termo pesado porque foi como me senti, mas só percebi isso, no exato momento em que todas as partes de mim se fizeram presentes, concordando, e preparadas para mudar. Antes disso, não me passava pela cabeça tal hipótese, e nem gostava de pensar no assunto. No entanto, o processo todo de "acordar" já devia estar rolando, caso contrário, nada disso teria me acontecido....

Acredito que temos de confiar no nosso processo de "acordar", não importa em que ponto do sono estivermos. O resultado disso, a gente vai vivendo e aprendendo.

Boa sorte na sua própria trajetória ao crescimento - cedo ou tarde, a gente se encontra por esse caminho.
Bjks

Comentários

Vladimir disse…
Oi Zizi!! Muito bom este esclarecimento!! Eu sempre tive vontade de parar de comer carnes, mas nunca consegui... Realmente, não dá pra simplesmente dizer que se vai tornar vegetariano de um dia para outro... Tive uma fase que não conseguia nem olhar para carnes vermelhas (cozidas, é claro), mas depois passou e continuei consumindo até hoje... Contraditoriamente, minha preocupação vinha mais por uma questão de saúde, já que muitos médicos ou profissionais da área, nunca chegaram à um consenso dos benefícios ou malefícios em se consumir carnes, principalmente vermelhas. Uns falam de seus malefícios, outros a defendem convincentemente. Enfim, é tanta informação, ou falta dela, que eu acabei cedendo aos apelos de meu paladar. É claro que eu também tenho plena consciência da injustiça cometida com os animais, melhor dizendo, “seres vivos”, criados para fins comerciais, sendo um “produto” ou um “negócio rentável”!! Compartilho contigo este mesmo ponto de vista, de que nós “humanos” não temos o direito de tirar a vida de nenhum outro ser. Anos atrás, costumava almoçar com colegas que não comiam carnes por estes mesmos motivos e sempre os respeitei por isso... Porém um dia, uma amiga se questionou, dizendo que achava estranho, pois se eles não comiam carne, também não deveriam usar sapatos, casacos e outros artigos de couro... Foi então que eu acabei colocando o assunto de lado e o ignorando até então... De qualquer forma, acredito que o fato de não se comer carnes, não se vai evitar que os animais sejam abatidos para fins de consumo, mas já é um começo e não se vai compactuar com esta injustiça... E a descrição do olhar daquela vaca, que tu descreveste tão bem, até agora não me sai da minha cabeça e que provavelmente vou me lembrar todas as vezes em que eu for me servir... Por enquanto, decidi que vou reduzir o consumo. Quem sabe um dia eu pare de comer totalmente? Valeu pelo toque, adorei!! Sem contar que descobri mais um motivo para te admirar como pessoa e ser humano!! Como cantora, nem preciso dizer... Beijos
Toni disse…
Puxa...é incrível como este assunto nos instiga! Depois de refletir sobre tudo o que vc compartilhou conosco(obrigado)deparei-me com um mar de sensações, mas não quero falar delas, por enquanto, pois a maioria fere meu orgulho como ser humano. Prefiro absorvê-las num outro momento como elementos já transformados. De todo modo, acredito q estou caminhando, muito aos pouquinhos é verdade(afinal, segundo vc, não dá mesmo para subestimar a força da cultura à qual pertencemos), porém sem retrocessos, para essa transformação ou, como vc diz, evolução. A parte mais bonita de sua tocante trajetória é que não faz julgamento precipitado daqueles que ainda não conseguiram "reunir todas as partes", ao contrário de muita gente por aí que, encharcadas de soberba e nenhuma generosidade, acabam exprimindo um discurso absolutamente contraditório. Bem, novamente estou me alongando, mas ainda precisarei falar, num outro momento, sobre a beleza que é o blog 'santaizildinha', sobretudo, das coisas que escreve com tanta delicadeza e profundidade. Por fim, gostaria de sugerir um filme, não sei se curte desenhos(inteligentes, claro)animados, mas esse tem tudo a ver com um comentário q fez lá no blog: "Senti então, que em vários níveis, seres diferentes podem conviver sem conseguir se comunicar e, talvez até, sem saber que outros existem..." Lembrei imediatamente do filme "Horton e o mundo dos Quem". Se ainda não assistiu, vale a pena. Bjs, sucesso e um final de semana cheio de belas gargalhadas, como aquela lá no Jô. Amo vc. Toni

Postagens mais visitadas deste blog

Existe uma música cuja letra diz   “recordar é viver”
Pois bem, eu digo o contrário. Viver, de verdade, é recordar…..
Daquilo que, intimamente, já sabíamos - mas não lembrávamos que sabíamos… Recordar através de uma palavra solta no ar, um gesto, uma intenção, um deja-vù… qualquer coisa se presta a ser um sinal que suga dos infinitos do inconsciente a lembrança vaga de fatos, mas muito sólida em conteúdo e sentido.
Lembrar disso tudo trás sentido ao viver, ao sofrer que faz parte, àquilo que temos de aceitar porque a impotência bate de frente….
O caminho dessas lembranças, pelo menos o único que conheço, está bem perto - ou melhor : bem dentro de nós. Há que se ter coragem = core ( coração + agir ). Há que enfrentar nossos próprios demônios e dragões, que guardam as portas de entrada da memória… Parece simples, mas não é. Um pequeno e único gesto, por menor que seja, nessa direção, acredite: é Hercúleo.
Bem vindo à complexidade - inevitável como o destino - que nos compõe, e parece cobrar sua aut…

Pensou que eu tinha esquecido de você Eli?????

Mas não esqueci não!!!!!
Parabéns atrasados querida, mas limpinhos e cheios de carinho!!!
Desculpe não ter postado ontem!
Fui abduzida pela minha filha que me levou a um cinema incrível, a gente quase deita nele! E os garçons servem o que a gente já pediu.
Assistimos Almodovar com um pacote imenso de pipocas e prosseco rosê.
E eu ficava pensando: será que vai dar tempo de postar o parabéns da Eli?????
Não deu, mas então aqui vai:

PARABÉNS ELI!!!!
Muita saúde, paz, realizações, amor, felicidades e que seus desejos mais lindos sejam realizados!
Receba um beijo meu enooooooooooorme, e deste blog inteirinho que te ama!

Ah, a Carminha fez um cartão lindo prá você, só que veio em pdf. extensão que o blogger não aceita para uploads.

Então saiba que o carinho de todos por aqui é muito maior do que o que você imagina!
Beijos mil

Mistério revelado

Que bacana vocês terem aprovado o verde de fundo do blog.
É em homenagem à nossa escolha por maioria, ao partido verde, que na verdade com ou sem partido, é a cor de fundo das escolhas dos nossos corações, não é mesmo?

Um blog que reúne pessoas que amam animais, vegetais e minerais, música, arte e verdade, é no mínimo ecológico e ético, certo people?

Então, vou contar para vocês sobre o mistéééério que me levou ao planalto central.

Uma amiga comentou há algumas semanas, que um grupo de amigos estava com vontade de ir à Abadiânia - cidade do interior do estado de Goiás, para ser vista pelo médium João de Deus, a quem é atribuído grande poder de cura das mais diversas doenças.

Vi na minha agenda que naquele final de semana eu estaria com tempo livre, e resolvi me juntar ao grupo, uma vez que nos últimos anos tenho me sentido um "mostruário" de males que a medicina tem pouco ou nenhum jeito eficiente de tratar. Alguns não têm nem diagnóstico..... já passei por tantos hospitais, médi…