Pular para o conteúdo principal
Bom dia pessoal!
Tive uma surpresa deliciosa esta noite (de terça).
Um convite de última hora daqueles irrecusáveis, deu um tom especial ao jantar, depois de um dia cansativo, lotado de assuntos.

Até esqueci do enterro do Michael.
Se bem que, sempre me soou muito "espetacular" esta celebração, mas pré conceitos à parte, tive vontade de juntar meu pesar ao de tanta gente, que como eu, sente que precisa "ficar por perto".

Cheguei e assisti aos jornais que mostraram a cerimônia, e chorei feito criança com os vídeos, com a massa de energia do povo, do silêncio das pessoas.
A parte do "espetáculo" mais me aborrece do que outra coisa, mas a manifestação popular realmente foi amorosa, e muito poderosa.

Mostraram homenagens russas, chinesas, canadenses, enfim, o mundo se uniu num pesar usíssono. E, nesse momento, fez silêncio.
Acho que deve ser este o silêncio que utilizam para homenagear um luto, quando fazem ou pedem "um minuto de silêncio".
Acho que finalmente entendi o teor da homenagem tantas vezes assistida antes de jogos de futebol e eventos populares.

O silêncio de hoje não precisou ser pedido. Foi legítimo.
Aconteceu por falta de palavras, e a conciência da inutilidade de ficar procurando por elas.
Inevitável como a morte, íntegro como o amor e o reconhecimento que todas estas milhões de pessoas sentem no fundo dos seus corações, por esse eterno menino, eterno talento...

Eterno amado, Michael Jackson

Comentários

Cris Zampiere disse…
Quando se ama realmente alguem, o silencia fala por mil palavras....
Bom dia pra você Zizi
Vinny disse…
OI Zizi , voce percebeu que Stevie Wonder cantou a musica 'I Never Dreamed You'd Leave in Summer' ?
Lembrei de voce na hora . Da sua gravaçao no album 'um minuto além'
Anônimo disse…
Parte do silêncio é remorso por acreditar em qualquer fofoca publicada. Várias pessoas sentiram-se incomodadas com esta dor. Bem feito!
Hoje de manhã, caminhando pra trabalhar debaixo de chuva, derepente chega a vez dele no meu MP3, por segundos parecia que tinha perdido meu intinerário, senti uma pressão na região dos olhos e uma lágrima rolou...
Parece que HOJE caiu a ficha!
Meu Deus!
E amanhã?
E no próximo São João fará 1 ano, no seguinte 2 e eu?
E os filhos que sempre pareceram estranhos?
E aquela família que parece que ninguém se fala?
E aquela La Toya que acho que vive só pra comprar roupa e gozar?
Meu Deus!!
Pobre Prince I,Prince II e Paris!!
E esses nomes?
E aquela mãe que nunca existiu e agora quer ser?
E esse povo que vivia do dinheiro dele?
E aquele Pai canastrão?
E aquela mãe que parece nunca sair do bingo?
E aqueles irmãos horríveis?
Meu Deus!!
Bixinho foi vítima da mídia!
As vezes me pergunto; Será que ele se foi mesmo?
Tanto mistério! Na dúvida, que ele repouse nos braços do Divino...
Anônimo disse…
André, nunca vi tanta comoção, tanta dor. Não consigo esquecer uma foto no jornal de ontem, estavam os três filhos, a menor olhava assustada, possivelmente para o caixão, meio que não entendendo direito o que estava acontecendo, meio sabendo que o pai não voltará. Não deveria ter aberto o jornal!

Postagens mais visitadas deste blog

Existe uma música cuja letra diz   “recordar é viver”
Pois bem, eu digo o contrário. Viver, de verdade, é recordar…..
Daquilo que, intimamente, já sabíamos - mas não lembrávamos que sabíamos… Recordar através de uma palavra solta no ar, um gesto, uma intenção, um deja-vù… qualquer coisa se presta a ser um sinal que suga dos infinitos do inconsciente a lembrança vaga de fatos, mas muito sólida em conteúdo e sentido.
Lembrar disso tudo trás sentido ao viver, ao sofrer que faz parte, àquilo que temos de aceitar porque a impotência bate de frente….
O caminho dessas lembranças, pelo menos o único que conheço, está bem perto - ou melhor : bem dentro de nós. Há que se ter coragem = core ( coração + agir ). Há que enfrentar nossos próprios demônios e dragões, que guardam as portas de entrada da memória… Parece simples, mas não é. Um pequeno e único gesto, por menor que seja, nessa direção, acredite: é Hercúleo.
Bem vindo à complexidade - inevitável como o destino - que nos compõe, e parece cobrar sua aut…

Pensou que eu tinha esquecido de você Eli?????

Mas não esqueci não!!!!!
Parabéns atrasados querida, mas limpinhos e cheios de carinho!!!
Desculpe não ter postado ontem!
Fui abduzida pela minha filha que me levou a um cinema incrível, a gente quase deita nele! E os garçons servem o que a gente já pediu.
Assistimos Almodovar com um pacote imenso de pipocas e prosseco rosê.
E eu ficava pensando: será que vai dar tempo de postar o parabéns da Eli?????
Não deu, mas então aqui vai:

PARABÉNS ELI!!!!
Muita saúde, paz, realizações, amor, felicidades e que seus desejos mais lindos sejam realizados!
Receba um beijo meu enooooooooooorme, e deste blog inteirinho que te ama!

Ah, a Carminha fez um cartão lindo prá você, só que veio em pdf. extensão que o blogger não aceita para uploads.

Então saiba que o carinho de todos por aqui é muito maior do que o que você imagina!
Beijos mil
Faço agora uma reverência aos Zizianos espalhados pelo Brasil e mundo.
Hoje, 22 de outubro de 2015, completamos mais um ano de vida!
Foi em 22 de outubro de 2007, que resolvi publicar meu blog na plataforma do blogspot, super discretamente, colhendo aqui e ali algumas pessoas que se reuniam em torno do meu trabalho...
Adriana GarciaCarmen Teixeira, Paulinha de Salta, Ney Lee, Conceicao MachadoManoel Vila NovaAndrezinho Possi, Luziane, ....... e assim, de grão em grão construímos uma relação tão quente, tão propícia, que casamentos aconteceram entre membros do blog, encontros físicos - tivemos 3, com pessoas do Brasil todo.
E o mais gratificante, foi perceber que apesar das diferenças de gêneros, sotaques, idades, lá no fundo do coração, todos nós Zizianos somos feitos de uma mesma substância. Nos emocionamos "alcançando" um sentido intrínseco nas canções, na poesia do cotidiano, nas aspirações.... enfim, somos todos da mesma gota de amor de Deus.
Obrigada por existirem na m…