Pular para o conteúdo principal

dZidZiquitos!

Estava eu em frente ao espelho escovando os dentes (uma beleZura...), ouvindo o André Trigueiro conversar com um bam-bam-bam do pedaço, sobre os HEDGES para o verde do Brasil.
Traduzindo: chegou-se à conclusão que o Brasil, por ser possuidor de um terço do território verde do planeta, deve receber pagamento pela Amazônia, por manter áreas verdes e com isso fazer o planeta respirar.....

- então, o pensamento veio rápido e inevitável como um trovão segue o relâmpago... e eu pergunto à vocês:
Se esse raciocínio de bonificar países que tomam medidas à favor do planeta e/ou humanidade vingar, quanto é que devemos à China por controlar sua parcela de multiplicação de bocas a serem alimentadas no planeta?????

Quem dá mais? ou melhor: Quem pede mais?????

Comentários

caca disse…
ZIZIZINHA,
AMIGA, VOCÊ FAZ CADA PERGUNTA...
ACHO QUE SE ASSIM FOR, DEVEMOS ATÉ
A ROUPA DO CORPO!!!
beijocas e carinho sem ter fim!!

CARMINHA.
laura disse…
Ecomalthusianos agradecem a decisão. Ou não!

Em relação à China, acho que devemos colocar o pagamento que o Brasil supostamente deve receber como base de cálculo, deduzir, por alto, quantas bocas foram evitadas desde o começo da política de controle de natalidade chinesa (tendo em vista que, hoje, graças à globalização, o planejamento familiar visa, em média, dois três filhos por casal. Portanto, a cada casal, colocamos uma ou duas possíveis crianças evitadas), estabeler uma porcentagem do capital inicial (5%? 10%?) e multiplicá-la pelo número das criancinhas que não nasceram, elevar ao tempo que o controle vem sendo praticado, somar com o capital inicial e voilà.
Quem me contrata? E quem paga?

Beijo de boa noite EM Zizilinda e EM everyone else,

Laurinha.
Vladimir disse…
Pois é Zizi

Pergunta difícil!!! rsrs O problema da China é que lá já tem muita boca... Tanta que se não houvesse o "tal" controle, as bocas poderiam tudo vir prá cá invadir a Amazônia!!!!

Santo controle!!! Talvez devêsseomos pagá-los com madeira, da Amazônia!!! hehehe

Desculpem, acho que viajei um pouco... rsrs

Beijos
betonoia disse…
Perguntinha meio embaçada essa sua hein dZidZi?
Tô achando melhor perguntar ao Dr. Google. Senão o tico e o teco vão se atracar tanto que depois vai dar um trabalhão prá separar.
Bom te ver assim, se achando uma beleZura.

Um beijo.

BETO NOIA
Cris Zampiere disse…
Bom dia amores, nossa pergunta dificil de responder,
Agora o gostei da nova palamas concordo com Wladimir ...ahhhh se nao tivesse este controle..rsrsr
Mudando de assunto, adorei a nova palavra Dzidziquitos...só voccê mesmo Zizi...cada hora vem com uma nova
Beijos
Cris
M@rquinhos Vit@l disse…
Adorei o "dZidZiquitos"!

Os mosquitinhos da dZidZi, uma especie rara de mosquitos que adoram a cantora ZIZI POSSI, e que quando ela canta ficam bem quiEtinhos, nao dao nem um piu, digo, nao dao nem um zumbido ;-)
Adrianita disse…
Marquinhosss,você entende zizianês...!!!me dá aulas? Eu tô precisando...como falou nossa amiga Carminha a coisa ta preta pro meu lado...rs!!!

Beijo Marquinhos,beijo Carminha

Adrinaita
Renato disse…
Não acredito que a Amazônia seja o "pulmão do Mundo"!
Sou do grupo que acredita que a produção de biomassa desta região seja equivalente ao seu próprio consumo!
Essa contestação é antiga, há pesquisas a favor e outras contra.
A Amazônia que produz é a mesma que consome!

Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Existe uma música cuja letra diz   “recordar é viver”
Pois bem, eu digo o contrário. Viver, de verdade, é recordar…..
Daquilo que, intimamente, já sabíamos - mas não lembrávamos que sabíamos… Recordar através de uma palavra solta no ar, um gesto, uma intenção, um deja-vù… qualquer coisa se presta a ser um sinal que suga dos infinitos do inconsciente a lembrança vaga de fatos, mas muito sólida em conteúdo e sentido.
Lembrar disso tudo trás sentido ao viver, ao sofrer que faz parte, àquilo que temos de aceitar porque a impotência bate de frente….
O caminho dessas lembranças, pelo menos o único que conheço, está bem perto - ou melhor : bem dentro de nós. Há que se ter coragem = core ( coração + agir ). Há que enfrentar nossos próprios demônios e dragões, que guardam as portas de entrada da memória… Parece simples, mas não é. Um pequeno e único gesto, por menor que seja, nessa direção, acredite: é Hercúleo.
Bem vindo à complexidade - inevitável como o destino - que nos compõe, e parece cobrar sua aut…

Pensou que eu tinha esquecido de você Eli?????

Mas não esqueci não!!!!!
Parabéns atrasados querida, mas limpinhos e cheios de carinho!!!
Desculpe não ter postado ontem!
Fui abduzida pela minha filha que me levou a um cinema incrível, a gente quase deita nele! E os garçons servem o que a gente já pediu.
Assistimos Almodovar com um pacote imenso de pipocas e prosseco rosê.
E eu ficava pensando: será que vai dar tempo de postar o parabéns da Eli?????
Não deu, mas então aqui vai:

PARABÉNS ELI!!!!
Muita saúde, paz, realizações, amor, felicidades e que seus desejos mais lindos sejam realizados!
Receba um beijo meu enooooooooooorme, e deste blog inteirinho que te ama!

Ah, a Carminha fez um cartão lindo prá você, só que veio em pdf. extensão que o blogger não aceita para uploads.

Então saiba que o carinho de todos por aqui é muito maior do que o que você imagina!
Beijos mil

Mistério revelado

Que bacana vocês terem aprovado o verde de fundo do blog.
É em homenagem à nossa escolha por maioria, ao partido verde, que na verdade com ou sem partido, é a cor de fundo das escolhas dos nossos corações, não é mesmo?

Um blog que reúne pessoas que amam animais, vegetais e minerais, música, arte e verdade, é no mínimo ecológico e ético, certo people?

Então, vou contar para vocês sobre o mistéééério que me levou ao planalto central.

Uma amiga comentou há algumas semanas, que um grupo de amigos estava com vontade de ir à Abadiânia - cidade do interior do estado de Goiás, para ser vista pelo médium João de Deus, a quem é atribuído grande poder de cura das mais diversas doenças.

Vi na minha agenda que naquele final de semana eu estaria com tempo livre, e resolvi me juntar ao grupo, uma vez que nos últimos anos tenho me sentido um "mostruário" de males que a medicina tem pouco ou nenhum jeito eficiente de tratar. Alguns não têm nem diagnóstico..... já passei por tantos hospitais, médi…