Pular para o conteúdo principal
Olá pessoal!
A Júnia, a Pati e a Paula tiveram dificuldades para acessar a tradução do vídeo, por isso coloquei o texto exposto, logo abaixo do vídeo.
Embora o blog fique mais comprido, espero com isso ter facilitado o acesso a esse trabalho, in-crí-vel!
Bjks

Comentários

junia disse…
Mais uma vez obrigada!
pau_argentina disse…
uff!!!

já tinha visto o documental..é realmente increível..que beleza de vídeo!!!

Muito obrigada por o vìdeo e por fazer chegar a traduçao. Cada dia o blog esta mais e mais interessante, realmente.

Ah!! ontem assisti (aos?) vídeos: do show com Ana Carolina no Tom Jazz (carvão/ quem e você?, Bom dia, o que é, o que é...que bonito!!!) e no programa do Jô com a Luiza, não conhecia ela nas entrevistas e me fez rir muito! Vocês são um dueto bastante interessante para ser estudado pela ciência, não é mesmo?? rsrsrs.. é muito bom ver à gente rir!!

beijos enormes!!!
Adooreiii seu blog ... Liiiiiiiiiiiiiiiiiindooo demais !!
;* beijooooo
passsa no meu tb?
AMEII a Zizi no altas horas.. queria quee la tivese tocado Ponteio :(
amo essa musica!
;* Mari
Anallu disse…
Linnnnnnnnnda no Altas Horas!
Ver vc e Luiza sempre eh "Tudo que há de bom!"
E o texto..sem comentários... Maravilhoso!!!
Tem previsão de vir pro Sul??
Venha pra cá passar frio tb!! rsrs Zizi tá horrivelll o frio, com um pouquinho de sorte vc ve neve aqui rsrs...
Voce eh muito especial!!
te amooo
Beijooo
jwadson disse…
Zizi assisti ao programa do Serginho Groisman e achei que a qualidade do som e o arranjo da canção não lhe favoreceram muito. A voz da Ana e a melodia sobrepuseram-se à sua voz.
A participação da Luíza reforçou algo que venho observando há algum tempo: - Ela passou a cantar de uma forma extremamente contida. Às vezes tenho a sensação de que vai desafinar. Por que será que a Luíza, que já demonstrou ter uma voz potente, precisa cantar dessa maneira? Não que eu queira que ela grite como a Mariah Carey, mas...
Márcia Ricco disse…
Tentei enviar este comentário mas acho que deu pau, deu pedra, sei lá, e achei melhor escrever again:
Sobre o vídeo: "Inseticídio", realmente, a Natureza é isso: de um lado, bela, generosa; de outro, cruel. Às vezes, quando nosso instrumento está meio desafinado e estamos desatentos, produzimos um som "meia-boca" que muitos podem não perceber... Alguns até percebem mas, é preciso um pouco de paciência e tempo para interagir com o outro e recebê-lo com a devida importância - como no suposto diálogo entre as aranhas, melhor despachar logo!
No mais: "Se eu quiser falar com Deus, tenho que me aventurar, tenho que subir ao céu sem cordas prá segurar, tenho que dizer adeus, dar as costas, caminhar decidido pela estrada que ao findar vai dar em nada do que eu pensava encontrar."
Gostei MUITO de te ver no Altas Horas! Agradeço.
Legal você ter curtido a COOPERZIZI! Quando tiver algo mais definido, CONTE COMIGO!!!
Que sua recuperação seja plena mesmo que não tão rápida...
Enviei email sobre uma prática com as côres. Você viu?
SBs.
Pat disse…
Zizi, obrigada por disponibilizar o texto.

Bom, não sei se esse é o tópico para falar sobre isso mas... Jwadson, eu não concordo com você não, Luiza canta no Tom certo dela, se for a mais ou a menos sai do prumo, ela canta muito e canta lindo, é só você ouvir “Oração ao Tempo” (sempre preferi Zizi cantando essa música, só que ao ouvir Luiza mudei...rs... desculpa Zizi, Luiza arrasou... rs...). O que eu vi e ouvi no Altas Horas foi uma cantora madura, que tem consciência do seu Tom, e a forma elegante e nobre com que cantou emocionou muito. É o que eu sempre digo, Luiza hoje é uma realidade, é uma das melhores cantoras da sua geração e “ponto”, “doa a quem doer”. Ao ler o seu comentário fiquei pensando: “será que ele assitiu ao mesmo programa que eu”? Enfim...

Uma outra situação é: Ana Carolina, a forma bacana e generosa como ela se colocou diante de Zizi e Luiza. Lembro que muito se discutiu aqui sobre a Imprensa não ter dado o destaque que deveria ao "Cantos e Contos" e ai a Ana vai lá se disponibiliza em um espaço que era dela, para dizer a galera do Programa Altas Horas e para o povo que estava assistindo para se ligarem, pois estavam diante de Zizi Possi, a melhor cantora do Brasil. Aqui na minha terra essa iniciativa que a Ana teve chama-se: “chegar em uma voadora para defender os seus amigos” (nesse caso amigas). É por essas e outras que me lembro das palavras de Beto Guedes e Ronaldo Bastos:

A lição sabemos de cor
Só nos resta aprender...

Abraços Fraternas a todos e a todas.
Pat
Anallu disse…
Pat..falou tudo...
A postura da Ana Carolina foi impecável!
Ela eh uma cantora maravilhosa, mas A Zizi é uma Diva... única!
Eu sou meio suspeita pra falar..pra mim ela é perfeita!
Quanto a Luiza.... enfim, estava maravilhosa, segura e encantando a todos com aquela voz meiga e forte ao mesmo tempo...nao consegui achar NADA de errado, mas cada um tem sua opinião... o dueto foi lindo!!
Ma mudando de assunto, o que eh a Luiza cantando Tango de Nancy?? Não consigo imaginar outra cantora cantando interpretando..Luiza é show!!
Zizi Possi disse…
Oi pessoal!

Sobre minha participação no Serginho Groissman, com Luiza e Ana Carolina
vamos lá:

Primeiramente, obrigada Pat, pelo seu jeito carinhoso de escrever e de avaliar as coisas da vida, inclusive nossas participações no programa. Você é uma fofa!

Obrigada a Anallu, Marcia, Paula e Júnia, e a todos pela audiência e pela companhia!

Jwadson, sua observação, acredite, tem muito mais a ver com o som transmitido do que propriamente com performances.
Por essas e por outras, é que não curto fazer televisão - e olha que o Serginho tem um dos três únicos programas de TV onde se faz música ao vivo com qualidade!
Mas, por mais que nos esforcemos - a Ana chegou na Globo às 10 da manhã, eu às 11, Luiza às 12:30hs, e "passamos" o som de instrumentos e vozes, tanto quanto foi possível.(detalhe: a gravação só começou às 16hs).
A verdade é que fazer música ao vivo não começa nem termina na "música". Passa pela técnica, que é uma mesa de milagres, onde pode acontecer de tudo - depende de ítens demais para serem controlados em tão pouco tempo.

Por esta razão é que chego sempre às 16hs no teatro onde o show só começará às 21hs, e fico direto, mas viajam comigo 2 técnicos que conhecem meu som, dinâmicas, momentos de trocas de instrumentos..... e acredite, ainda assim, muitas vezes temos problemas!

Nos idos da Rádio Nacional no Rio de Janeiro, havia só música ao vivo - na rádio e na TV. Ângela Maria, Cauby Peixoto, Dalva de Oliveira, todos eles, cantavam ao vivo, e naquela época, toda a acústica do lugar, os equipamentos e técnicos, focalizavam a música como prioridade.
Hoje, nas programações, a música é só a cerejinha do bolo.
Sou muito criteriosa em relação a programas de TV, e só faço Serginho, no Jô e Hebe, porque sei que encontro profissionais que valorizam a qualidade e se esforçam para que ela seja prioridade.
Tenho certeza que tanto eles quanto nós, fizemos o melhor que pudemos, mas, o programa não é de música apenas.
A outra possibilidade, é não ir...... eu prefiro ter ido, até porque é um grande prazer rever o Serginho, poder aparecer para vocês, receber o carinho da Ana que foi ma-ra-vi-lho-sa com minha família todinha, e estar do lado da Luiza, que é uma oportunidade que eu nunca dispenso!!!

Acho importante que a gente nunca deixe de realizar, que um programa de TV, é diferente de um "especial" de TV.

Bom, espero que mostrando um pouco dos bastidores, tenha ajudado a entender melhor a sensação desconfortável que você teve, e que dá, quando o som não rola daquele jeitinho que a gente sabe que podia ter rolado!!!
Obrigada pela sua audiência, e pela sua percepção, que pode não ter sido a mais bonita, mas foi honesta e carinhosa.

Beijo a todos
Zizi
Ana Lucília disse…
Este comentário foi removido pelo autor.

Postagens mais visitadas deste blog

Existe uma música cuja letra diz   “recordar é viver”
Pois bem, eu digo o contrário. Viver, de verdade, é recordar…..
Daquilo que, intimamente, já sabíamos - mas não lembrávamos que sabíamos… Recordar através de uma palavra solta no ar, um gesto, uma intenção, um deja-vù… qualquer coisa se presta a ser um sinal que suga dos infinitos do inconsciente a lembrança vaga de fatos, mas muito sólida em conteúdo e sentido.
Lembrar disso tudo trás sentido ao viver, ao sofrer que faz parte, àquilo que temos de aceitar porque a impotência bate de frente….
O caminho dessas lembranças, pelo menos o único que conheço, está bem perto - ou melhor : bem dentro de nós. Há que se ter coragem = core ( coração + agir ). Há que enfrentar nossos próprios demônios e dragões, que guardam as portas de entrada da memória… Parece simples, mas não é. Um pequeno e único gesto, por menor que seja, nessa direção, acredite: é Hercúleo.
Bem vindo à complexidade - inevitável como o destino - que nos compõe, e parece cobrar sua aut…

Pensou que eu tinha esquecido de você Eli?????

Mas não esqueci não!!!!!
Parabéns atrasados querida, mas limpinhos e cheios de carinho!!!
Desculpe não ter postado ontem!
Fui abduzida pela minha filha que me levou a um cinema incrível, a gente quase deita nele! E os garçons servem o que a gente já pediu.
Assistimos Almodovar com um pacote imenso de pipocas e prosseco rosê.
E eu ficava pensando: será que vai dar tempo de postar o parabéns da Eli?????
Não deu, mas então aqui vai:

PARABÉNS ELI!!!!
Muita saúde, paz, realizações, amor, felicidades e que seus desejos mais lindos sejam realizados!
Receba um beijo meu enooooooooooorme, e deste blog inteirinho que te ama!

Ah, a Carminha fez um cartão lindo prá você, só que veio em pdf. extensão que o blogger não aceita para uploads.

Então saiba que o carinho de todos por aqui é muito maior do que o que você imagina!
Beijos mil

Mistério revelado

Que bacana vocês terem aprovado o verde de fundo do blog.
É em homenagem à nossa escolha por maioria, ao partido verde, que na verdade com ou sem partido, é a cor de fundo das escolhas dos nossos corações, não é mesmo?

Um blog que reúne pessoas que amam animais, vegetais e minerais, música, arte e verdade, é no mínimo ecológico e ético, certo people?

Então, vou contar para vocês sobre o mistéééério que me levou ao planalto central.

Uma amiga comentou há algumas semanas, que um grupo de amigos estava com vontade de ir à Abadiânia - cidade do interior do estado de Goiás, para ser vista pelo médium João de Deus, a quem é atribuído grande poder de cura das mais diversas doenças.

Vi na minha agenda que naquele final de semana eu estaria com tempo livre, e resolvi me juntar ao grupo, uma vez que nos últimos anos tenho me sentido um "mostruário" de males que a medicina tem pouco ou nenhum jeito eficiente de tratar. Alguns não têm nem diagnóstico..... já passei por tantos hospitais, médi…