Pular para o conteúdo principal
Graças a Deus, alguém neste mundo de Deus se manifesta contrário à doença social que nos assola a alma!
Envelhecer passou a ser sinônimo de descuido ou de doença, e não há nada mais desagradável do que ouvir de alguém: 
 - "ah!!! mas você, não!!! 
 -Você não aparenta isso!!!! 
 -Ah!, não fale assim, não diga a sua idade verdadeira, porque sem dizer, ninguém percebe!!!!!!"

Quer dizer então que tenho de passar meus dias me escondendo de mim, do tempo, do julgamento estético ?????
Meu Deus, que tirania descabida!!!!
Trato este assunto junto com outros, que eu chamo de "Assuntos Proibidos"  - porque assim o são.
Causam mal estar e estranheza. Ninguém gosta de falar, parece que envelhecer, adoecer e morrer são pragas contagiosas, tamanha a resistência que provocam.
Como se isso tudo fosse invenção dos que se permitem.....

Quero o direito de envelhecer com verdade, e sem pressão.
Quero o direito de viver todos os meus dias, todas as minhas rugas, tão batalhadamente conquistadas.
Quero que explodam as "leis" estéticas que ousam desafiar o tempo, como se ele não existisse.
Como diz meu marido chinês, Confúcio, o tempo não faz parte da essência.
Ele é a essência!

Segue aqui um desabafo meu, com o suporte luxuoso do meu amigo querido e genial, Herbert Vianna.
Com amor, para vocês.

herbert



Comentários

Carolina V. disse…
Zizi querida,
MA-RA-VI-LHO-SO!
Que bom que ainda existem pessoas assim... como você, como o Herbert Vianna. Às vezes (quase sempre) me sinto uma peixinha fora d'água neste mundo tão sem princípios e tão sem amor... amor aos outros e amor próprio.
Beijos!!
Ana Lucília disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
morettovalente disse…
Hebert Vianna, UM EXEMPLO DE VIDA!!
Deixo aqui toda a minha admiração por esse artista, e com certeza um ser humano NOTA 1000.
Zizi, concordo plenamente com a sua colocação,Chega de rostos de bonecos!!a unica coisa que levamos
da vida é o nosso aprendizado e com ele, o Saber envelhecer.
bj
Seu Moretto
Marcus disse…
Zizianos
A idéia do belo hoje está completamente comercializada em padrões estéticos restritos e vendáveis... E quem não gosta de se sentir bem e belo? Vivemos o dilema de ser livre em tudo - inclusive com nosso corpo, e esta liberdade garantida por Deus está sendo contrabandiada por "padrões" que ultrapassam os limites da saúde, do amor e da própria liberdade. As correntes de se manter belo são pesadas e se não conseguimos determinados "padrões" algumas portas nos são fechadas - onde andará então o feio e o velho?

Abraço a todos
Douglas disse…
Valorizar o ser humano como ele realmente é ,respeitar o outro como vc mesmo.
Não é tão dificil assim ,afinal todos nós somos a mesma coisa.
O rotúlo nunca vai ser mais importante q o produto ,e jamais devenos nos sentir como produtos,somos pequenos projetos de felicidade.
Cleomar disse…
Se rir faz ruga, vamos ter que optar. Cá entre nós não dá para não rir, mas dá para suportar as rugas.
É salutar a procura de manter-se com aparência atraente, mas o que é atraente para uma pessoa? Quanto temos dez anos, achamos ser senhora uma professora de trinta; quando temos quarenta, ao vermos a professora de trinta, achamos uma gatinha.
O que ocorre é a maldita diminuição de testosterona nos homens apartir de certa idade. Eles vão perdendo o tesão e são obrigados a forçar a barra pegando no pé das gatinhas de vinte. Isso no caso dos homens, as mulheres precisam manter-se princesas, coisa irreconhecível nas belas rugas de nossos anos e anos de sorrisos.
É bonito ver alguém preocupando-se com a roupa, o peso, a loção, o espelho mas ainda mais bonito é ver alguém vivendo as alegrias de cada fase da vida.
Manoel Vila Nova disse…
O Hebert e mesmo incrivel. Sempre o admirei muito pela sua sensatez, lucidez com relacao aos fatos corriqueiros do dia-a-dia. A unica opcao que temos a nao envelhecer, e morrer ainda jovem, o que pra mim nao faz o menor sentido. Vamos curtindo cada etapa de nossas vidas como se fossem unicas, pois de fato sao, e nao acontecem duas vezes. Portanto, vamos ser velhinhos sorridentes, alegres, vamos curtir os encantos dessa 3º idade que eu acho muito linda e merecedora de respeito. E uma pena que o nosso poder publico ainda nao veja essa questao com o carinho que merece.
Beijao bem grandao em vc, minha Zi.
Manoel.
Manoel Vila Nova disse…
E ja que vc deu a deixa no finalzinho, eu vou falar:

Zi, vc sabe que ha umas semanas atras eu pensei mesmo em perguntar se vc ainda estava casada com o seu "marido chines" (I-Ching) ?...rsrsrs.

Eu me lembrei de uma historia engracada que vc contou sobre a Clarice (sua funcionaria), de que um dia ela falou pra vc: "Dona Zizi, eu hoje de manha cheguei no seu quarto, vc ainda estava dormindo, e o seu marido estava no chao, todo aberrrrrrto (com um "r" de sotaque bem caipira)"...rsrsrs. Que graca, gente.

Fiz essa introducao porque eu trabalho com uma chinesa que adora o I-Ching. Ela tentou me explicar alguns preceitos, mas confesso que so entendi uns 40% do Ingles dela... pensei que vc pudesse nos dar uma palhinha sobre sua experiencia nesse "casamento", ok ?

Beijao.
Manoel Vila Nova disse…
Ah, so mais uma pergunta, juro que o meu ultimo delirio de hoje: Voce e a Clarice ainda se comunicam em Frances ??

Postagens mais visitadas deste blog

Existe uma música cuja letra diz   “recordar é viver”
Pois bem, eu digo o contrário. Viver, de verdade, é recordar…..
Daquilo que, intimamente, já sabíamos - mas não lembrávamos que sabíamos… Recordar através de uma palavra solta no ar, um gesto, uma intenção, um deja-vù… qualquer coisa se presta a ser um sinal que suga dos infinitos do inconsciente a lembrança vaga de fatos, mas muito sólida em conteúdo e sentido.
Lembrar disso tudo trás sentido ao viver, ao sofrer que faz parte, àquilo que temos de aceitar porque a impotência bate de frente….
O caminho dessas lembranças, pelo menos o único que conheço, está bem perto - ou melhor : bem dentro de nós. Há que se ter coragem = core ( coração + agir ). Há que enfrentar nossos próprios demônios e dragões, que guardam as portas de entrada da memória… Parece simples, mas não é. Um pequeno e único gesto, por menor que seja, nessa direção, acredite: é Hercúleo.
Bem vindo à complexidade - inevitável como o destino - que nos compõe, e parece cobrar sua aut…

Pensou que eu tinha esquecido de você Eli?????

Mas não esqueci não!!!!!
Parabéns atrasados querida, mas limpinhos e cheios de carinho!!!
Desculpe não ter postado ontem!
Fui abduzida pela minha filha que me levou a um cinema incrível, a gente quase deita nele! E os garçons servem o que a gente já pediu.
Assistimos Almodovar com um pacote imenso de pipocas e prosseco rosê.
E eu ficava pensando: será que vai dar tempo de postar o parabéns da Eli?????
Não deu, mas então aqui vai:

PARABÉNS ELI!!!!
Muita saúde, paz, realizações, amor, felicidades e que seus desejos mais lindos sejam realizados!
Receba um beijo meu enooooooooooorme, e deste blog inteirinho que te ama!

Ah, a Carminha fez um cartão lindo prá você, só que veio em pdf. extensão que o blogger não aceita para uploads.

Então saiba que o carinho de todos por aqui é muito maior do que o que você imagina!
Beijos mil

Mistério revelado

Que bacana vocês terem aprovado o verde de fundo do blog.
É em homenagem à nossa escolha por maioria, ao partido verde, que na verdade com ou sem partido, é a cor de fundo das escolhas dos nossos corações, não é mesmo?

Um blog que reúne pessoas que amam animais, vegetais e minerais, música, arte e verdade, é no mínimo ecológico e ético, certo people?

Então, vou contar para vocês sobre o mistéééério que me levou ao planalto central.

Uma amiga comentou há algumas semanas, que um grupo de amigos estava com vontade de ir à Abadiânia - cidade do interior do estado de Goiás, para ser vista pelo médium João de Deus, a quem é atribuído grande poder de cura das mais diversas doenças.

Vi na minha agenda que naquele final de semana eu estaria com tempo livre, e resolvi me juntar ao grupo, uma vez que nos últimos anos tenho me sentido um "mostruário" de males que a medicina tem pouco ou nenhum jeito eficiente de tratar. Alguns não têm nem diagnóstico..... já passei por tantos hospitais, médi…